Estatuto do Museu de Arte Sacra

CAPÍTULO I Denominação, Sede, Duração e Regime Jurídico Art. 1o O MUSEU DIOCESANO DE ARTE SACRA é um instituto civil, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, fundado pelo Bispo da Diocese de Anápolis Dom João Wilk, OFMConv. pelo Decreto Episcopal de sete de outubro de dois mil e nove como entidade cultural com

Estatuto do Santuário de N. Sra. D’Abadia em Posse D’Abadia

Capítulo I Denominação, Sede e Fins Pastorais Art. 1o A Paróquia Nossa Senhora D’Abadia criada em 11 de fevereiro de 1961 pelo decreto no. 45 do então Exmo. Arcebispo de Goiânia, Dom Fernando Gomes dos Santos, desmembrada posteriormente pelo Excelentíssimo Bispo diocesano de Anápolis Dom Epaminondas José de Araújo, em 27 de junho de 1975,

Estatuto do Conselho Paroquial de Pastoral – CPP

Capítulo I – Natureza do Conselho Art. 1º O CPP é um organismo consultivo que, sob a presidência do Pároco, planeja, organiza, lidera, coordena e avalia a pastoral orgânica da paróquia, exprimindo a unidade e corresponsabilidade, na comunhão eclesial, de clérigos, religiosos e leigos, sob a jurisdição do primeiro (c. 536, §2). Parágrafo único: O

Estatuto da Comissão Diocesana dos Diáconos – CDD

Capítulo I – Denominação e natureza Artigo 1º – A Comissão Diocesana dos Diáconos Permanentes, doravante designada pela sigla CDD, é uma instituição vinculada à Diocese de Anápolis – GO, da qual faz parte e cujas diretrizes segue, na qual os Diáconos Permanentes expressam e concretizam, no plano diocesano, a comunhão hierárquica com o bispo e

Estatuto da Renovação Carismática Católica – RCC

CAPÍTULO I Seção I Denominação, Fins, Duração, Função, Sede, Administração Art. 1º O CONSELHO DIOCESANO DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DE ANÁPOLIS é uma Sociedade Civil de Direito Privado, de fins religiosos, sociais, culturais, e filantrópicos, composta de fieis católicos, sem objetivos econômicos e sem fins lucrativos, com duração de tempo indeterminado, doravante designado CONSELHO DIOCESANO. Parágrafo

Estatuto do Conselho Diocesano de Pastoral – CDP

Capítulo I – Natureza e finalidade Art. 1º  – O Conselho Diocesano de Pastoral ou CDP é órgão consultivo, de promoção, animação, assessoria, pesquisa e estudo de assuntos pastorais da Diocese de Anápolis, tendo como objetivo geral auxiliar o Bispo no seu pastoreio, informando sobre o estado e as necessidades espirituais e pastorais de toda a

Estatuto do Conselho Administrativo Paroquial – CONAPA

CAPÍTULO I NATUREZA, SEDE E FORUM DO CONAPA Artigo 1º – O presente Estatuto do Conselho Administrativo Paroquial, cuja sigla é CONAPA, tem como objetivo a normativa sobre a administração das paróquias da Diocese de Anápolis – GO, a composição do CONAPA e atos a serem cumpridos, referentes aos bens temporais da Igreja. Porta o nome

Estatuto do Conselho Presbiteral

Capitulo I – Natureza e finalidade Art. 01 .  O Conselho Presbiteral, exigido pelo cânon 495 § 1 do Código de Direito Canônico para cada Diocese, é “um grupo de sacerdotes que, representando o presbitério, seja como o senado do Bispo, cabendo lhe, de acordo com o direito, ajudar o Bispo no governo da Diocese, a

Estatuto do Colégio dos Consultores

Art. 1.  “Entre os membros do Conselho Presbiteral, são livremente nomeados pelo Bispo Diocesano alguns sacerdotes, não menos de seis nem mais de doze, que constituam por um qüinqüênio o Colégio dos Consultores, ao qual competem as funções determinadas pelo Direito; terminado o qüinqüênio, porém, ele continua a exercer suas funções próprias, até que seja constituído

Ir para o topo